A MATEMÁTICA E A PIPA

   Queridos amigos leitores do meu blog, como eu sou polêmico, então eu quero falar de algo que as crianças aderem facilmente, pois eu estou a falar da pipa, que é aquela armação de madeira e linha, revestida de papel ou plástico. Se perguntarmos a uma criança ou adolescente o que eles preferem, se é empinar pipa ou estudar matemática, certamente a resposta será empinar pipa; para termos uma ideia melhor, pode-se pegar dez crianças, e perguntar para elas, o que elas querem fazer, em relação a pipa e matemática, o placar será 8 para pipa e 2 para matemática.
   Meus amigos leitores devem estar perguntando assim , mais que cara chato, deixa as crianças brincarem com suas pipas. Tudo bem, elas tem o direito de brincar com suas pipas, todavia se elas têm a pipa com a melhor opção de diversão, é porque o governo do Brasil não está fazendo o seu dever de casa. Se o salário mínimo, no Brasil, fosse um salário descente, certamente essas crianças teriam outras opções de diversão.
   Eu já fui criança e sei o que é pegar a febre da pipa. Para expressar melhor o que eu quero dizer com a febre da pipa, vou citar vários pontos negativos em relação a pipa: a criança perde a concentração nos estudos; quando empina uma pipa sobre uma laje, pode cair dela, e ficar deficiente, ou até morrer; pode ser atropelado por um veículo motorizado; a criança pode ter os dedos decepados , por causa do cerol, ou até morrer se o corte for fatal; se a rede elétrica não for subterrânea, a criança pode receber uma descarga elétrica e morrer; como não é só criança que empina pipa, adolescente e adultos também empinam, isso gera confusão, e em muitos casos, é preciso chamar a polícia; por causa do cerol, a vida das pessoas, corre risco; enfim, uma transtorno muito grande para quem empina, e para quem não tem nada a ver com isso.
   Enquanto as crianças que não gosta de empinar pipa, elas não são mais dedicadas ao estudo, principalmente em matemática? Mas infelizmente meus amigos leitores, a pipa é algo que é passado de pai para filho, onde os governantes e os meios de comunicação incentivam isso, porque essa brincadeira só acontece onde mora pessoas de baixa renda.
   Em alguns países do oriente acontece a prática de pipa, mas é bem diferente do Brasil, pois lá, no oriente, as pipas têm a forma de pássaros e são gigantes, onde a pessoa que empina, usa um carretel, também gigante, para controlar a pipa ou papagaio. 

Comentários

Postar um comentário